Tucano participará da Campanha Estadual de Vacinação, que ocorre no próximo sábado, 6 de maio, em todo o estado da Bahia, contra a Influenza e a Covid-19.  

O objetivo da ação é aumentar o número de vacinados e reduzir as taxas de infecções pelos vírus.  

No município tucanense, a vacinação será realizada das 8h às 17h, no PSF Padre José Gumercindo, atrás do Bradesco, na sede da cidade.   

Na campanha contra a Influenza devem tomar a vacina:    

  • Idosos com 60 anos ou mais;     
  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);     
  • Gestantes e puérperas;     
  • Povos indígenas;     
  • Trabalhadores da saúde;     
  • Professores das escolas públicas e privadas;     
  • Pessoas com comorbidades;     
  • Pessoas com deficiência permanente;     
  • Profissionais das forças de segurança e salvamento;     
  • Forças armadas;     
  • Caminhoneiros;     
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;    
  • Trabalhadores portuários;     
  • Funcionários do sistema prisional;     
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;     
  • População privada de liberdade.    

Na campanha de vacina bivalente contra a Covid-19, devem tomar a vacina todos os indivíduos com 18 anos ou mais, além de pessoas com comorbidades a partir dos 12 anos que tenham tomado pelo menos duas doses da vacina há no mínimo quatro meses.    

“As duas vacinas que serão oferecidas podem ser tomadas no mesmo dia. Vale ressaltar que elas nos protegem de síndromes respiratórias graves”, destaca a Secretária de Saúde do Estado, Roberta Santana. 

Para a Secretária Municipal de Saúde, é fundamental a participação de todos, compreendendo a relevância da cobertura vacinal da população tucanense. “Estamos empenhados na adesão ao dia D, buscando ampliar os nossos números, sempre pensando numa perspectiva de prevenção enquanto maior ferramenta da saúde pública”, declarou. 

A imunização funciona como medida preventiva para ocorrência das doenças e reduz as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelos vírus.  

Até o momento, a Bahia tem mais de 580 mil pessoas vacinas contra a influenza, apenas 10% do público-alvo, e 662 mil com a bivalente contra a Covid-19, cerca de 5% do público estimado. 

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *