O ônibus do Bolsa Família segue percorrendo toda Tucano. Semanalmente, a unidade de atendimento itinerante visita um povoado ou distrito diferente para fazer a atualização de dados do CadÚnico, bem como o alistamento militar obrigatório. Nesta quarta-feira (01), o ônibus estará no povoado Pé de Serra, em frente ao Colégio Municipal Mariana Penedo. O horário de atendimento será das 8h às 16h.

Além dos serviços oferecidos, a unidade contará com mais uma novidade. Os moradores da comunidade e arredores também poderão receber o atendimento do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

“Estamos com uma equipe volante acompanhando o cronograma de visitação do ônibus, de acordo com a nossa área de abrangência. Levar o CRAS até a população garante mais comodidade às pessoas e qualidade nos nossos serviços” explica a coordenadora do CRAS na sede, Lindivania da Silva.

De acordo com a coordenadora, na unidade de atendimento itinerante serão dadas orientações sobre Carteira do Idoso, Passe Livre Interestadual, Passe Livre Intermunicipal, Benefício de Prestação Continuada (BPC) para idosos(as) e pessoa com deficiência, Serviço de Convivência e Benefícios Previdenciários. Além disso, também serão realizados encaminhamentos para acesso à documentação civil, como certidão de nascimento, RG, CPF e outros.

Documentação

Para garantir os atendimentos no ônibus do Bolsa Família – que já visitou o Creguenhem, Olhos D’água e o Cajueiro – alguns documentos são necessários. Para atualizar ou fazer o registro no CadÚnico é preciso levar RG ou certidão de nascimento, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho e comprovante de residência.

Para fazer o alistamento militar obrigatório, os homens que completam 18 anos em 2021 ou aqueles até 45 anos que não realizaram o alistamento anteriormente devem apresentar RG e CPF. Caso não possuam esses documentos, deve-se levar a certidão de nascimento.

Já para obter os serviços do CRAS, as pessoas devem apresentar o RG, CPF e número do NIS (Número de Identificação Social).

“Poder atender as pessoas por meio do ônibus oferece mais conforto a elas, porque muitas têm dificuldade em se deslocar até a sede do município. Temos recebido cerca de 20 a 30 pessoas em cada lugar visitado, mas a tendência é que a procura pelos serviços aumente, principalmente nas localidades mais distantes” diz o coordenador municipal do Programa Bolsa Família, Arthur Miranda.

Comentários está desativados.