Com um vasto currículo acadêmico, o cientista tucanense Domingos Cardoso, professor de Biologia da Universidade federal da Bahia – UFBA, agora é membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências – ABC, onde será voz ativa pela biodiversidade.

Coordenador do Projeto Flora e Funga do Brasil no Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), o brilhante tucanense tem um papel importante para a flora brasileira, principalmente para a caatinga, contribuindo para documentar e desvendar a evolução deste bioma, reiterando a importância de se formar pesquisadores em todas as regiões do Brasil.

“Catalogar e reconstruir a evolução da biodiversidade é um dos maiores desafios da botânica no país, principalmente frente às ameaças globais de destruição de florestas e mudanças climáticas”, afirmou.

Aqui em Tucano, precisamente na Quixaba do Mandacaru e na Rua Nova, Domingos descobriu a primeira “Senna bracteosa”, uma espécie de “são-joão”, planta da família das leguminosas. Essa espécie está inclusa nos seus estudos, das 30 novas espécies que permaneciam até então completamente desconhecidos pela ciência.

“Foi uma das primeiras espécies que cataloguei e que só existe no nosso município. Recentemente cataloguei outra espécie, uma árvore gigante na Amazônia, onde homenageei o cantor Hermeto Pascoal, como também homenageei o cantor Chico César com outra espécie”, ressaltou.

Domingos cursou Ciências Biológicas na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Pós-graduação, sempre na área de sistemática de plantas, doutorado sanduíche em Bozeman, Montana, nos EUA, e ganhou o Prêmio Capes de melhor tese de 2013 na área de biodiversidade.

Domingos agradeceu a gestão do Prefeito Ricardo Maia pelo reconhecimento à sua pesquisa. “Um dos maiores valores de Tucano é a nossa gente, o nosso povo. Nosso município tem muitas histórias e é muito bonito a gente ver esse resgate e ter esse reconhecimento da gestão”, finalizou.

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *