A Secretaria Municipal de Educação deu início, na manhã de hoje (08), à entrega dos kits de alimentação escolar nas unidades de ensino vinculadas à prefeitura. Com cronograma já estipulado e roteiros definidos, os trajetos acontecerão até o dia 20 de abril.

De acordo com a titular da pasta responsável pela distribuição dos mantimentos, Gerusa Araújo, a gestão está empenhada em garantir a alimentação aos(as) alunos(as) e comprometida em realizar as entregas de forma ordenada e eficiente. “Reunimos uma equipe exclusiva para montagem e entrega dos kits, o que tem promovido celeridade e eficácia no atendimento dessa demanda. Está sendo um trabalho em conjunto bem coordenado”, conta a gestora.

O primeiro roteiro a ser atendido nesta quinta-feira contemplou os povoados de: Tiririca, Ovó 2, Creguenhem, Olhos D’água, Mandaçaia, Canoa e Bananeiras. A partir de amanhã (09), a estrega acontecerá da seguinte forma:

09/04 – Pé de Serra, Cajueiro, Mangueira, Muriti e Caldas do Jorro;
12/04 – Arapuá, Alto, Sem Freio, Rio do Peixe, Lagoa Cavada e Caldas do Jorro;
13/04 – Rua Nova, Poção, Mandacaru e Lagoa dos Quatis;
14/04 – Pedra Grande, Canabrava, Quixaba, Ipupu e sede;
15/04 – Jorrinho, Tracupá e Porteiras;
16/04 – Riacho do Boi, Riacho do Peixe e Quererá;
19, 20 e 22/04 – sede.

Retirada

Após entrega dos kits nas unidades, cada escola estará responsável por entrar em contato com os pais, mãe se/ou responsáveis legais para informar o dia em que poderão comparecer para retirada dos kits de alimentação. “Em geral, as retiradas acontecerão no dia seguinte à nossa passagem. Ou seja, se entregamos o kit hoje, os(as) responsáveis poderão retirar os kits amanhã. Cada escola estabeleceu um cronograma e é necessário que os pais e mães fiquem atentos a isso”, frisa Gerusa Araújo.

No momento da retirada dos kits, será necessário apresentar um documento de identificação do(a) responsável e um documento de identificação do aluno (RG ou certidão de nascimento). Vale ressaltar, também, que os kits são disponibilizados para cada aluno. Ou seja, se uma família tiver cinco crianças matriculadas na rede de ensino municipal, ela terá direito a cinco kits.

Itens

O kit alimentação é composto por nove itens básicos de forma igualitária, sendo eles: 1kg açúcar, 1kg feijão, 1kg de arroz branco, 1 unidade de macarrão, 1 molho de tomate, 2 unidades de flocos de milho, 1 unidade de café e 1 unidade de biscoito cream cracker.

Segundo a nutricionista do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Layse Cachoeira, a inclusão de alimentos naturais no kit de alimentação escolar já está sendo avaliada pela equipe da Secretaria.

“Temos nos reunido e verificado como fazer essa inclusão, uma vez que são alimentos de maior perecibilidade, que precisam de acondicionamento e transporte adequados. Tenho estudado para analisar quais alimentos atendem a esses critérios para que, o quanto antes, possamos complementar e proporcionar uma alimentação saudável aos(as) nossos(as) alunos(as)”, enfatiza.

A nutricionista reforça, ainda, que a montagem dos kits está sendo feita sob rigoroso protocolo sanitário e que os mesmos cuidados devem ser tomados pelos pais, mães e responsáveis legais no momento da retirada dos kits. “É obrigatório o uso de máscaras e evitar aglomerações nas unidades de ensino. Devemos reforçar as ações preventivas nesse momento”, pontua.

Comentários está desativados.