O tratamento do lixo tem sido um assunto de destaque em Tucano. Além da implantação da coleta seletiva, o município também está promovendo adequações no aterro sanitário – especialmente quanto ao trabalho dos catadores de recicláveis.

A fim de ajudá-los a se organizar enquanto uma associação para estabelecer as melhorias necessárias às atividades desempenhadas, a prefeitura, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), vai oferecer um curso de capacitação a esses trabalhadores.

As aulas acontecerão entre os dias 29 de julho e 16 de setembro, abordando temáticas como a prática do associativismo, planejamento e legalização de uma organização coletiva, entre outros aspectos.

“Estamos cumprindo um Termo de Ajustamento de Conduta, emitido pelo Ministério Público antes de assumirmos a gestão. Um dos pontos desse termo é a retirada dos catadores de recicláveis de dentro do lixão e recolocá-los em um lugar mais adequado para exercício das atividades. Para que isso seja feito, os trabalhadores precisam se organizar formalmente enquanto associação e estamos oferecendo todo o aparato que eles precisam para isso” explica o Diretor Municipal de Meio Ambiente, Aguinaldo Bitencourt.

De acordo com o gestor, o curso é de participação obrigatória e tem carga horária total de 65 horas, dividido em quatro módulos. As aulas serão ministradas no colégio municipal Zélia de Brito, com material didático oferecido pelo Sebrae. Ao final de cada módulo, os trabalhadores receberão um certificado.

Comentários está desativados.